terça-feira, 23 de novembro de 2010

O problema não é de falta de dinheiro, mas de gestão!

Para quem acompanha o desperdício do dinheiro público, fica a certeza de que o orçamento bilionário do município é suficiente para satisfazer as necessidades da população campista. Arrisco a dizer até que com mais recursos pouco ou quase nada mudaria nesta cidade, exceto o preço dos bens e serviços adquiridos pelo Poder Público, que provavelmente ficariam mais e mais caros, conforme fosse aumentando o orçamento.

Um comentário:

Gustavo disse...

O problema não é a falta de dinheiro. O problema é fartura de dinheiro.