sexta-feira, 9 de março de 2012

Ao Carlos Cunha, minha resposta

A respeito da crítica lançada por Carlos Cunha em seu blog, no dia 30/12/2011 (veja aqui), que há pouco tomei conhecimento, referente à comparação por meio de vídeos  das obras da Beira-Valão em Campos e do Hospital do Idoso de Curitiba, apresento minha resposta:

A liberdade de expressão  e opinião é assegurada pela Constituição, penso que não entendeu o comparativo da obra da Beira-Valão com o Hospital do Idoso de Curitiba. Entre as obras há semelhanças e diferenças, assim como entre governos também há semelhanças e diferenças,  talvez não tenha se apercebido disso.

Entre as semelhanças podemos apontar: a) ambas são obras públicas; b)  são obras recentes; c)  feitas pelos municípios. Existem algumas diferenças: uma obra é de caráter urbanístico, enquanto a outra é de saúde; numa se priorizou a beleza, noutra a saúde; a primeira custou mais de R$ 18,6 milhões (o preço exato é desconhecido da população), já a segunda saiu por R$ 15,6 milhões.

Como percebe Cunha, os seres humanos são capazes de identificar as semelhanças e diferenças das coisas. Isso não é fruto algum de insanidade ou má-fé, mas da pura razão humana.

Com relação à sugestão para comparar coisas com mesmo objetivo ou semelhança, talvez você se satisfaça com a postagem em que comparo a obra do Sambódromo do Rio e a do CEPOP de Campos. Confesso que me assustei com a diferença entre os preços praticados, lá R$ 35 milhões, aqui mais R$ 70 milhões ( o valor exato ainda desconheço).

Você falou de uma obra da rodoviária do governo passado, precisa abandonar este vezo de querer comparar o governo Rosinha apenas com desgovernos passados, por que não se vale de bons parâmetros?!. 


Disse, a propósito da referida obra, não se recordar de qualquer comentário meu a respeito dela (olha aqui mais uma comparação sua). Bem, as minhas omissões quanto aos desgovernos anteriores, converteram-se em ações por meio do blog, procuro não cometer os mesmos erros. E você não tem que reclamar, como correligionário ajudaria mais lembrando aos seus amigos governantes os erros do passado.

Juízo de valores fazemos, com ou sem conhecimento de causa, pois é da própria natureza humana. Com as críticas que me dirigiu, você acaba por julgar os valores defendidos por mim, fingindo desconhecer a causa que me moveu. Pior do que desconhecer a causa, é fingir não a conhecer.

Com relação à necessidade de mudar a cara da cidade para justificar a obra da Beira-Valão, concordo que ela existia, engana-se, porém, sobre um suposto orgulho que teria dela. Para ser sincero, tenho vergonha de ver milhão nesta cidade valendo tostão, aqui pouco se faz com muito dinheiro.

Cheguei a pensar que, com Rosinha, as coisas seriam diferentes, mas infelizmente o jeito de governar assemelha-se, em muito, aos de seus antecessores, o que explica tanto o “melhorou ou piorou” nas eternas comparações. Despeito, meu caro, é querer convencer alguém do contrário.

Abraços,
Cleber Tinoco

3 comentários:

Anônimo disse...

Basta ver os "blogs recomendados" no blog dele para tornar desdenecessária qualquer resposta da sua parte...

O blog dele é tão lido que você só soube 2 meses depois que ele respondeu. Por pombo correio chegaria mais rápido. Isto para não falar da péssima qualidade do texto. Mas já seria querer demais...

Anônimo disse...

Dá para ver a quem ele serve, pelos blogs que ele tem estampado no seu blog (se é que pode se chamar aquilo de blog).
Liga não Dr. Cleber ao contrário das falácias deste fiel escudeiro do casal, suas colocações são sempre fundadas em fatos e números. Não há o que contestar.

BLOG REFLEXÕES disse...

Dr Cleber,

Bom dia!

Puxa vida, este pessoal está mesmo desesperado. Até tu tentam atacar e, observe que suas postagens são respaldadas em cima de dados concretos e é raro encontrar um comentário seu, expressando a sua opinião.

De memória agora só me lembro da questão onde você posta sobre os parquinhos em Campos que não tem local para levar seus filhotes para se divertir.

Bem, o ramo do direito que você gosta é justamente o Direito Administrativo e você ama o seu torrão natal e é onde pretende criar e educar seus filhos. Nada mais justo que defender e independente de quem seja o administrador público a sua cidade.

Tem paciência para ler DO.

E, mais do que isto o Dr Cleber Tinoco onde quer que vá tem o seu reconhecimento por sua capacidade, integridade e idoneidade. Pelo chefe de família que é, pelo pai amoroso, marido exemplar e filho de Deus.

Peço desculpas por somente ter vindo a tomar conhecimento disto agora e, pelo pouco que te conheço imagino o quanto lhe custou dar esta resposta.

Só tomei conhecimento agora, porque como lhe disse no último contato que tivemos, estou mais focada nas minhas metas. E, vim aqui em busca de dados sobre o concurso público, porque sei que você publicou para repassar a alguém. O seu blog se não se torna fonte do direito, é um referencial. (E, a inveja.. não deixa passar).

Um grande abraço e continue firme sendo excelente naquilo que você gosta de fazer.

Gianna Barcelos