quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Terceirização das ambulâncias em números

Os números da terceirização das ambulâncias impressionam. A locação de 12 meses custará aos cofres públicos R$ 13.899.600,00 (treze milhões, oitocentos e noventa e nove mil e seiscentos reais). Foram alugadas 56 ambulâncias, destas 15 são do tipo Sprinter e as outras 35, do modelo Fiorino. O custo, para compra, de cada ambulância Sprinter gira em torno de R$ 150 mil, enquanto a Fiorino custa aproximadamente R$ 75 mil, de modo que se o Município resolvesse comprar os veículos pagaria por eles R$ 4.875.000,00 (quatro milhões, oitocentos e setenta e cinco mil reais), sendo R$ 2.250.000,00 (dois milhões, duzentos e cinquenta mil reais) pelas Sprinters e R$ 2.625.000,00 (dois milhões, seiscentos e vinte cinco mil reais) pela Fiorinos. De outro lado, se o Município admitisse, via contrato administrativo de prazo determinado, 4 motoristas para cada ambulância, pagando-lhes generosamente R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) por mês, gastaria com eles R$ 7.280.000,00* (sete milhões, duzentos e oitenta mil reais) ao final de 12 meses. Estas despesas com a aquisição de ambulâncias somadas à contratação de pessoal totalizariam R$ 12.155.000,00 (doze milhões, cento e cinquenta e cinco mil reais) contra os R$ 13.899.600,00 (treze milhões, oitocentos e noventa e nove mil e seiscentos reais) que serão gastos com o aluguel de ambulâncias e a terceirização de mão de obra.

*O valor não inclui encargos previdenciários a cargo do empregador de aproximadamente R$ 1.456.000,00 (um milhão, quatrocentos e cinquenta e seis mil reais), que elevaria o custo para R$ 13.611.000,00 (treze milhões, seiscentos e onze mil reais), ainda abaixo do valor a ser pago no contrato de locação.

Atualização a 01:05h de 08/10: No cálculo deixei de considerar, por equívoco, 6 ambulâncias F4000, ainda assim a conta serve para ilustrar o descompasso entre a terceirização e a contratação direta.

10 comentários:

DIGNIDADE CAMPOS DOS GOYTACAZES disse...

Caro Cleber Tinoco, imagine agora esses $$$$$$ que serão repassados para essa empresa ou micro empresa, multiplicado por quatro, já que os alugueis(terceirização) tem 1 ano de válidade.
A pergunta é:
A quem interresa as terceirizações?
Abraços...

Anônimo disse...

gostaria de saber se o seguro e a manutenção dos veículos teriam que entrar na conta.

Anônimo disse...

Vc considerou ainda que tem o gasto com manutenção e reposição de peças e equipamentos (trata-se de veículo de utilização contínua) que não está onerando a PMCG???

Anônimo disse...

Caro Dr. Cleber,

Foi considerado o gasto com manutenção dos veículos, que já estaria incluíndo na locação, como reposição de peças e equipamentos, como disponibilização de veículo reserva enquanto executa-se o conserto? Trata-se de despesa considerável em se tratando de ambulâncias. Vale a pena verificar o que já foi gasto este ano apenas com amnutenção da frota da saúde... é um absurdo... Talvez essa terceirização não seja tão mal negócio assim, hein!?!?!

Anônimo disse...

Não é possível que eles não tenham feito as contas. Deve ter sido má fé mesmo.
Se extinguisse o contrato e fizesse a compra das ambulâncias ao término de um ano sobraria todo o patrimônio incorporado ao município de Campos. Sendo alugado não sobrará nada.
Nunca pensei que esse Governo fosse tão incompetente. O pior é que não há nenhum indício de atenuação no sangramento dos cofres públicos municipais, o apetite deste governo parece insaciável.
Nascimento Jr
nascimento.jr@bol.com.br

Anônimo disse...

O anônimo das 21:30 ponderou sobre gasto com manutenção das ambulâncias, mas todos sabemos que se comprasse os carros novos viriam com, no mínimo, um ano de garantia. Custo zero de manutenção.
Concluo que nada salva tamanha incompetência, (ou má fé?) do governo municipal.

Bicho Possuído disse...

Claro que foi bom negócio. Só que para eles.

Bicho Possuído

Anônimo disse...

O Anônimo da 12h34 (08/10) esqueceu que carro transformado (e ambulânica são veículos transformados) nao tem garantia de fábrica. A cobertura advém de seguro, que também não está incluído no cálculo do Dr. Cleber. Aliás, desinformação leva a achar que todo munod age com má-fé.

Anônimo disse...

As ambulâncias que trbalho para uma empresa particular(500funcionários), são todas Spriters e tem a garantia de fábrica SIM. De vez enquando algumas vão para a revisão e não cobram nada.

Anônimo disse...

Meu amigo Cleber Tinoco, será que o senhor ao avaliar as ambulancias, levou em consideração que se fossem vendidas diretamente a prefeitura sairia pela metade do preço, por ser comprada como veiculo oficial e não pagar impostos? Com certeza não, pois é, esses veiculos foram comprados pelo dobro do preço que poderia ter sido comprado pela prefeitura, e nós que vamos pagar essas contas. Um absurdo!!!